quinta-feira, 9 de junho de 2011

Dia 10: A essência da Adoração

Meu pai me ensinou a dirigir quando eu tinha uns 10 anos de idade e nem alcançava os pedais do nosso fusquinha branco. Com 18 pra 19 anos tirei a carteira e sempre adorei dirigir - além de, modéstia a parte, dirigir muito bem. Os pais de André não sabem dirigir. Ele nunca pensou em aprender. Mas pouco antes de casarmos essa vontade despertou nele. Depois de todos os parametros legais, ele finalmente tirou sua carteira de motorista com mais de 25 anos, eu acho.

Acontece que logo depois de casar, eu e André compramos um carro. André dirigia muito mal. E eu, controladora como sou, não deixava o garoto pegar no volante nunca! Nunca mesmo! Até que um dia o motorista de onde ele trabalhava faltou e o chefe mandou ele fazer entregas em um caminhão! A partir daí, André aprendeu a dirigir de verdade e eu passei a deixá-lo guiar nosso carro também.

Estou contando essa história toda por que, nos últimos tempos antes de minha cirurgia na coluna, eu não conseguia dirigir, e André me levava pra todo lado de carro. Imagina só se ele não tivesse tido a oportunidade de aprender de verdade. Se dependesse de eu deixar a direção com ele, nós dois estariamos ferrados: Ele não saberia dirigir e eu teria sofrido muito mais com a hérnia de disco.

Mas tem um cara que precisa estar no controle de tudo, simplesmente por que Ele é o mais capacitado para isso: Deus! Quando deixamos Deus controlar nossa vida descobrimos que se render a Deus é relaxante. Por que você não precisa mais se torturar em tomar decisões a todo momento. Basta deixar Ele tomar conta sua vida por você. Parece simples, mas deixar o controle na mão de outra pessoa é mega dificil. Eu sinto isso na pele sempre. Eu tenho prazer em estar no controle.

Sou racionalista, gosto de saber o motivo das coisas. E descobri que isso não é pecado. Pois bem, tenho um motivo bem racional para que deixemos Deus tomar conta de tudo: Ele tem a visão macro do que acontece na nossa vida, ao nosso redor e até no mundo. Então, Ele não toma decisões baseadas em sentimentos momentâneos. Ele é estrategista. Ele olha em volta e consegue enxergar o que realmente é melhor para nós.

Até Jesus se auto-rendeu quando orou: "Eu sei que tu podes tudo, então, peço que afaste de mim esse cálice. Mas que seja feita a vossa vontade e não a minha". É assim que temos que orar. Podemos dizer a Deus o que está em nosso coração e o que nos agradaria, mas precisamos deixar claro que não importa o que nos agrada, o que importa é que a vontade Dele seja feita. Foi isso que Jesus fez. Ele contou para Deus o que estava sentindo, mas sabia que Ele tinha um plano maior por trás daquele sofrimento, então, se rendeu.

Só que se render, se entregar, não é fácil. A gente pensa logo que está entregando os pontos e que isso é negativo. A matemática da rendição é a seguinte: Para você se render a Deus é necessário que você confie nele. Para confiar é necessário que você conheça ele a fundo. Para conhece-lo a fundo você precisa se relacionar com ele. Voltamos ao que Deus mais deseja de nós: relacionamento.

Quando você se relaciona com Deus e permite que Ele interfira na sua vida, você pode dar conta de qualquer coisa. <<Essa foi a verdade que mais tocou meu coração hoje>> Eu posso ter marido, casa, cachorro, trabalho, tocar uma pequena empresa e trabalhar na igreja. Posso fazer tudo isso ao mesmo tempo, se Deus estiver no controle. Por que controlado por Cristo, podemos dar conta de qualquer coisa!

Hoje eu faço 29 anos. Estou feliz de começar meu dia lendo a palavra de Deus e dedicando alguns minutos para meu criador. Acho que essa mensagem que li hoje é perfeita para um dia de aniversário, por que hoje começa um novo ano para mim, e nada melhor que começar esse meu novo ano me rendendendo a vontade de Deus para minha vida. Eu sei que não vai ser fácil, e que eu vou pensar em desisitir. Mas quero mesmo que durante o próximo ano, Deus controle minha vida, e pretendo reforçar essa rendição a cada decisão que eu tomar a partir de hoje.

A pergunta reflexiva de hoje é: Que área de minha vida estou evitando entregar nas mãos de Deus?

Um comentário:

marywhite55 disse...

Muito bom esse blogger,uma pena não ter postagens atuais! Vc fala com sabedoria! Louvado Seja sempre o nome de Jesus!